Neste texto vamos entender o que é um processador e qual sua principal função em um computador- assim como alguns detalhes de como ele a realiza.

Para poder realizar tarefas, todos os computadores, notebooks, tablets e até smartphones possuem um processador específico, conforme for a utilidade necessária e se custo benefício. Com o “visual” de um chip, um processador é responsável por inúmeras tarefas executas por um dispositivo.

Leitura Relacionada:

O que é um processador

Mas, afinal de contas, o que é um processador?

Resumindo, um processador não é mais do que o cérebro de um computador, smartphone, tablet ou de outro dispositivo. Assim como nosso cérebro, um CPU é encarregado de processar todas as informações que são executadas dentro de um computador.

Apesar de ser considerado com o cérebro de um dispositivo, o processador não trabalha sozinho e tem como sua grande aliada a memória RAM.  Só para se poder ter uma noção, todas as informações impostas pelos os dispositivos são elaborados através de códigos binários, que são nada mais que sistemas de numerações posicionais que possuem como base somente dois números, o zero e o um. Todos os computadores utilizam essa tecnologia e cabe ao processador processar todas essas informações e transforma-la em tarefas que são impostas pelo o usuário.

A memória RAM

Encarregada de armazenar dados temporários, uma memória RAM auxilia no funcionamento do processador, pois torna o processo mais ágil e permite que você execute diversos programas sem grandes travamentos e demora. Então, podemos dizer que, além do tipo do processador, os computadores que possuem mais memória são os que mais conseguem realizar tarefas mais pesadas e processarem maior quantidade de programas abertos.

Leia também:

Sistemas Monotarefas

Sistema MonoTarefas

Pela a década de 70 e 80, como não haviam processadores potentes, iguais a que encontramos hoje em dia, muitos sistemas operacionais, como o MS-DOS, por exemplo, eram todos monotarefas.

Um sistema monotarefa era um sistema operacional que não permitia que o usuário executasse mais do que uma tarefa, ou seja, para poder realizar uma tarefa em um computador, era preciso que o usuário fechasse o programa que estava executando para poder abrir outro.  Mas, com a evolução dos processadores, existem diversos modelos de CPU, cujo o principal objetivo é se adequar as necessidades dos usuários e baratear o custo de um dispositivo.

Então, se você quiser um dispositivo que seja capaz de rodar somente o essencial, como um e-mail, jogos bastante leves e acessar redes sociais, é recomendado um processador de dois núcleos ou similar. Já se você curte jogar jogos mais robustos, utilizar aplicativos como editor de vídeos, áudio e outros fins, é recomendado utilizar um processador com quatro núcleos, pois assim você não terá dores de cabeça com travamentos e outros fins.

E aí, entendeu o que é um processador? Deixe seu comentário!

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

sete − um =